sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Plano Nacional de Cultura Exportadora é lançado em Santa Cruz do Capibaribe


O Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior (MDIC), Armando Monteiro Neto, lançou na manhã de hoje (22), na casa de eventos Cellebre Recepções, em Santa Cruz do Capibaribe, o Plano Nacional de Cultura Exportadora (PNCE) voltado para o Agreste de Pernambuco. O principal foco do PNCE na região principal serão as empresas dos setores de têxteis e confecções.

O evento contou com a presença de várias autoridades: o prefeito do Município Edson Vieira (PSDB), o deputado federal Ricardo Teobaldo (PTB), o senador Douglas Cintra (PTB), o síndico do Moda Center Santa Cruz, Allan Carneiro,  o presidente da Associação Empresarial de Santa Cruz (ASCAP),  José Gomes Filho, o ex-síndoco e atual conselheiro consultivo do Moda Center, Valmir Ribeiro, além de vários empresários do setor de confecções, técnicos do MDIC e representantes da Universidade Federal de Pernambuco e da AD Diper.

Para o ministro, a exportação é um canal irrecusável para manutenção e ampliação de negócios para as empesas do Polo de Confecções. “Através do Plano de Cultura Exportadora identificamos um grande potencial na região. Minha relação com setor de confecções é de longa data. Pude acompanhar a saga dos empreendedores do setor que não contaram com apoio governamental. Esse polo foi fruto da capacidade empreendedora, da luta da perseverança dos empresários dessa região. Ao longo do tempo, as empresas vêm cada vez mais se qualificando. A qualidade do produto é muito superior à do passado. Se temos produtos de qualidade, podemos acessar mercados mais exigentes. Eu tenho certeza de que o Polo de Confecções dará uma resposta fantástica nesse processo de maior engajamento nas exportações”, comentou Armando Monteiro Neto.

A proposta é capacitar e preparar 146 micro, pequenas e médias empresas de Santa Cruz do Capibaribe, Caruaru e Toritama para exportar num prazo de 24 meses. O trabalho será realizado em parceria pela Universidade Federal de Pernambuco e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil).

Além da implementação do PNCE, também é preciso investir nas vias de escoamento da produção, segundo José Gomes Filho, presidente da ASCAP. “Devem ser feitos investimentos em ferrovias, portos, hidrovias, aeroportos e estradas melhorando, assim, as nossas condições de custo para que sejamos competitivos”, declarou.

Para Allan Carneiro, síndico do Moda Center Santa Cruz, o maior centro atacadista de confecções do país, essa é uma boa oportunidade para os empreendedores. “As empresas do Polo de Confecções já atendem satisfatoriamente o mercado interno e agora, com a implantação do Plano Nacional de Cultura Exportadora, elas ficarão ainda mais capacitadas para atender o mercado externo que é mais exigente e competitivo”, comentou.


Na oportunidade, Carneiro entregou ao ministro Armando Monteiro e aos parlamentares presentes o projeto do Estilo Moda Pernambuco (EMP), evento que acontecerá em setembro no Moda Center, como forma de buscar apoio institucional e financeiro para o evento. Também os presenteou com a camiseta do movimento “Duplica Já”, criado por entidades locais em 2015, em apoio e acompanhamento da duplicação da rodovia PE-160 e da retomada das obras de duplicação da BR-104, entre Toritama e o distrito de Pão de Açúcar (Taquaritinga do Norte). O síndico do Moda Center já fez a entrega da mesma camiseta ao governador Paulo Câmara (PSB) e ao senador Humberto Costa (PT)

Um comentário:

  1. A Almmaq Comercial e Serviços, representante das marcas Pfaff, Pegasus, Siruba, Sunstar, Juki e Jack, parabeniza às emprêsas de Santa Cruz do Capibaribe. Bola prá frente em 2016.

    ResponderExcluir