quinta-feira, 7 de novembro de 2019

Operação Têxtil 2019, de reforço à segurança na temporada de final de ano, é lançada no Moda Center



O mês de novembro é marcado pelo início do período mais importante do ano para o comércio de artigos de moda e vestuário no Polo de Confecções de Pernambuco. É nele que se tem o maior registro de compradores de vários estados que se dirigem aos parques de feiras sediados nas cidades de Santa Cruz do Capibaribe, Toritama e Caruaru. Com objetivo de reforçar a segurança de milhares de clientes e comerciantes desses centros no período, foi lançada a terceira edição da Operação Têxtil.




O lançamento da operação, que integra efetivos e grupamentos das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Guardas Municipais, aconteceu no Centro de Eventos do Moda Center e contou com várias autoridades, entre elas os prefeitos Edilson Tavares (MDB - Toritama); Edson Vieira (PSDB - Santa Cruz do Capibaribe); Ivanildo Lero (PR - Taquaritinga do Norte) e Antônio de Roque (MDB - Jataúba), além dos deputados estaduais Alessandra Vieira (PSDB), Diogo Moraes (PSB) e Erick Lessa (PR).

Também estiveram presentes vereadores, secretários de governo, o titular da delegacia municipal de Polícia Civil, delegado Flaubert Queiroz, o supervisor regional da polícia científica em Caruaru, Esmar Bruno, o Secretário Executivo de Defesa Social de Pernambuco, Humberto Freire e o Síndico do Moda Center, José Gomes Filho. Este último, durante sua fala, ressaltou a importância das ações que serão realizadas.


“Quando nosso governador tem um olhar diferente, temos que agradecer e isso mostra o quão pujante é essa região, que precisamos de apoio. Batemos à porta da SDS várias vezes e, graças a Deus, essa Operação Têxtil virou rotina e isso é muito importante para nossa economia. Não só nós precisamos dessa segurança, mas também nossos compradores. Nós cobramos, mas também agradecemos a todas as pessoas e entidades envolvidas”, pontuou o síndico.


Autoridades cobram mais frequência da Operação Têxtil

Os prefeitos de Toritama e Santa Cruz do Capibaribe, além dos deputados Alessandra Vieira e Erick Lessa, ressaltaram a importância da operação.  Porém, cobraram para que esta aconteça de forma permanente ou, pelo menos, nos dois períodos de aquecimento do comércio, que compreendem os meses de maio e junho e novembro e dezembro.


“Gostaria de fazer um pedido: que esse nosso trabalho, que fazemos com brilhantismo nesse final de ano em termos uma feira mais segura e forte com esse aparato, que pudéssemos fazer disso como uma ação permanente, para que possamos ter um ambiente de compras nos melhores moldes”, destacou Edilson Tavares.


“Vamos produzir mais de 800 milhões de peças só em 2019, mais de R$ 5 bilhões em riquezas. Esse polo precisa ser protegido e o processo de segurança pública é importante para que essas pessoas possam desenvolver essa economia, mesmo neste momento de crise. Faço coro aos que pedem esse suporte da segurança dessa Operação Têxtil o ano todo, ou pelo menos, também no período junino”, frisou Erick Lessa.


“Quero falar de minha ida na SDS no começo deste ano, para que se reforçasse essa segurança nos meses de maio e junho. Ele (o secretário) disse, naquele momento, que não teria mais como, porém, deixamos registrado para que, em 2020, fosse iniciada essa operação também nos meses de maio e junho. Precisamos do reforço semanalmente, pois só aqui no Moda Center e Calçadão, são mais de 50 mil pessoas trabalhando na feira, fora aqueles quem vêm comprar. Elas precisam ter segurança”, disse Alessandra.


“Não poderia deixar de participar desse momento e parabenizar a todos que fazem parte da segurança pública não só aqui, mas nas demais cidades e em todo o Estado. Estamos no apoio a esses parceiros e, neste momento em que lançamos mais essa operação, mesmo sabendo das dificuldades financeiras que existem, peço para que possamos ter esse reforço também no meio do ano”, reafirmou Edson Vieira.


Secretário da SDS destaca quantitativo de homens para Operação Têxtil

Pouco tempo depois, coube ao secretário Humberto Freire destacar os efetivos que farão parte da terceira Operação Têxtil. De acordo com ele, serão mais de 1.700 homens atuando nos meses de novembro e dezembro em várias frentes, indo desde o apoio tático-aéreo em conjunto com as operações em terra, o reforço nas equipes através da compra de folgas por meio do Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES) e uma Delegacia Móvel de Polícia Civil, já em funcionamento no Moda Center. Ele ressaltou números da diminuição da criminalidade do estado e a importância de mais essa ação.


“Em 2017 lançamos o primeiro ano da Operação Têxtil e quem vê ela acontecendo pode não conhecer o quanto é difícil tirá-la do papel. Temos que planejar, buscar recursos mesmo em tempos de crise, mas temos um governador que tem como prioridade a segurança. Estamos com quase 24 meses na redução de homicídios e o 26º na redução de crimes contra o patrimônio, graças ao investimento em novos profissionais e, ano a ano, temos apresentado resultados positivos. Desde o início de novembro, estamos fazendo essa terceira edição, que conta com 646 policiais militares, 174 policiais civis, 120 da polícia científica e 300 do Corpo de Bombeiros Militar, além de 90 homens do grupamento tático-aéreo da SDS. O resultado disso vocês conhecem na prática, com a diminuição dos índices de criminalidade”, pontuou.


Diogo Moraes ressalta união de municípios em torno da Operação Têxtil

Principal representante político da base governista no evento, o deputado ressaltou a união entre municípios no esforço às ações de segurança desencadeadas com a operação.


“Ela acabou com os bairrismos que existiam entre Santa Cruz e Caruaru, além de trazer as cidades de Jataúba, Vertentes e Taquaritinga do Norte. Segurança pública tem que ser tratada de forma apolítica e com responsabilidade como temos tratado. Fico muito feliz nesta terceira edição, de ela estar integrada ao calendário oficial de segurança, para que possamos trazer os números reais dessa queda da criminalidade. Com esse início de operação, tenho certeza que, ao final, tudo dará certo e o povo é que sairá ganhando”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário