segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Moda Center é destaque na Rede Globo

Às vésperas do Natal, ofertas de feira popular param o trânsito no Nordeste


Do G1/Bom Dia Brasil


Feira de Santa Cruz do Capibaribe (PE) causa grandes congestionamentos. Tem vestido a R$ 26, calça jeans a R$ 23 e roupas infantis a R$ 18.


Em um município do agreste pernambucano, gente de todo o país faz fila para comprar produtos que são uma pechincha.

A maratona de compras já começa na estrada. Em dia de feira, o trânsito para. “A gente chega mais rápido a pé”, diz um homem.

O destino desses milhares de carros é a feira de Santa Cruz do Capibaribe, a 192 quilômetros do Recife.  O maior comércio popular do Nordeste tem 9.500 boxes de roupas que atraem gente do Brasil todo.

Quantidade, variedade e preços baixos. Tem vestido feminino por R$ 26, calça jeans por R$ 23 e roupas infantis por R$ 18.

"Uma maravilha. Tudo de bom é aqui em Santa Cruz”, diz uma consumidora.

Quarenta mil pessoas por dia saem da feira com as sacolas cheias. Uma comerciante da Bahia enfrentou 20 horas de viagem para comprar roupas para revender. "Porque eu to esperando vender tudo, tudinho, se Deus quiser”, diz, otimista.

E tem quem compre presente para a família toda.

Os boxes abrem de madrugada e só fecham no início da noite. Mas se engana quem pensa que o expediente termina. Quando saem da feira, os comerciantes vão para as fábricas. É que eles mesmos confeccionam as mercadorias que vendem.

"A gente só dorme umas 4, 6 horas por noite. O resto do dia é todo trabalhando”, diz a comerciante  Graciane de Andrade

O lucro é a recompensa. "Em feira normal a gente vende em torno de 500 peças. Agora em dezembro chega a 1 mil, 1,5 mil peças”, conta o comerciante Henrique Ponciano.


Nenhum comentário:

Postar um comentário