segunda-feira, 21 de março de 2011

Honestidade – passe adiante: Mulher encontra bolsa contendo R$ 2 mil reais no Moda Center e devolve ao dono


Para quem pensa que ser honesto é algo do passado, está totalmente enganado. É comum nos grandes centros de comercialização de todo Brasil, as pessoas perderem objetos, documentos e até dinheiro. O que muita gente não percebe é que dentre as muitas histórias de achados e perdidos, muitas pessoas acabam indo procurar o dono. Relativamente com dinheiro, a questão se complica, mas mesmo assim, ainda há quem esteja disposto a entregar os numerários encontrados. Na história da humanidade, há os que se beneficiam do que não é seu, mas quando a consciência pesa, o melhor mesmo é fazer as pazes com ela.

A comerciante Claudejania estava no Moda Center Santa Cruz, no setor amarelo e uma cliente deixou a bolsa em seu box, com a quantia de R$ 2 mil reais. Ela saiu em busca de ajuda para devolver a bolsa e demonstrou um grande exemplo de honestidade. 

“Eu só percebi que tinha dinheiro, quando eu fui olhar na bolsa para ver se tinha documento e assim eu poder saber o nome da pessoa para eu poder anunciar na Rádio Center. Eu sigo princípios bíblicos, e jamais eu ficaria com algo que não me pertence”, afirmou.

O Moda Center Santa Cruz recebe um grande volume de compradores semanalmente e as perdas são comuns. No entanto, o Parque possui um sistema de som, denominado Rádio Center Santa Cruz, que recebe diariamente um grande volume de anúncios de pessoas que perderam algo ou estão em busca de encontrar alguém. A diretora da Rádio Center, Dionelma Cavalcanti, isso é uma prática comum no Moda Center, o condômino encontrar dinheiro e ir até a rádio para entregar. “Desde que estamos aqui, é comum haver esse tipo de coisa. Ainda esta semana, uma moça encontrou dois cheques, e nós fizemos o aviso, e imediatamente a moça apareceu para buscar. Já aconteceu de passar três meses a gente anunciando uma bolsa perdida com dinheiro e com celular”, explicou Dionelma.

A atitude da senhora Claudejane rendeu votos de aplausos para ela na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe. O requerimento foi apresentado pelo vereador José Emanoel de Lima, do PSDC. A comerciante recebe R$ 280, 00 por mês e mesmo ganhando tão pouco, a sua dignidade falou mais alto.

2 comentários:

  1. Parabéns pela atitude louvável!
    Honestidade não deveria ser uma virtude, mas algo inerente e praticável, infelizmente nem todos fariam igual.

    ResponderExcluir
  2. Palavra quase escassa
    Em nossa vã sociedade
    Muito bonita e sincera:
    Chama-se honestidade
    Deve sempre combinar
    Com atitude exemplar:
    É a solidariedade.

    Meus parabéns quero dar
    Pela sua atitude
    Claudejane, uma condômina
    Demonstra força e saúde
    Princípios, bela moral
    Deus abençoe, afinal
    Em você, cada virtude!!!

    ResponderExcluir