quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Começa a funcionar o Expresso da Moda no Moda Center Santa Cruz



Já começou a funcionar no Moda Center Santa Cruz o Expresso da Moda, mecanismo que, dentre outros benefícios, dará mais segurança a milhares de clientes do Polo de Confecções de Pernambuco, com a emissão de notas fiscais especialmente das mercadorias adquiridas dos pequenos produtores.

O comerciante Ronaldo Bezerra da Silva, de Manaus (AM), foi o primeiro cliente do Moda Center a utilizar o serviço.

Ronaldo Bezerra, comerciante - Manaus (AM)
“Veio para facilitar nossas vidas, pois agora podemos emitir nota fiscal e transportarmos nossas mercadorias adquiridas aqui no Polo de Confecções para todo o Brasil, com a garantia de que não teremos problemas com o Fisco e pagando um pequeno valor. Não há mais desculpa de transportar mercadoria sem nota. Agora, temos uma alíquota que todos podemos pagar além do local para solicitarmos esse serviço”, comemorou o comerciante.

Segundo o síndico do Moda Center, Allan Carneiro, a ação resulta da união de esforços do Moda Center com as entidades representativas da indústria e comércio de Santa Cruz do Capibaribe junto ao Governo do Estado, e um dos seus diferenciais é a baixa carga tributária que é cobrada: um percentual de apenas 2% sobre o valor da mercadoria, o que representa mais praticidade e segurança para clientes e compradores, que poderão transportar suas mercadorias para outros estados sem prejuízos.

Allan Carneiro, síndico - Moda Center
“A novidade desse regime é principalmente a adequação da saída dos produtos. Com isso, o cliente ou vendedor poderá emitir uma nota avulsa, na internet ou no Expresso da Moda e poderá viajar tranquilo”, disse.

A implantação do Expresso da Moda decorre da sanção da Lei n° 1.071/2016, de 16 de dezembro de 2016, pelo Governo de Pernambuco, que modificou o regime de tributação para o setor de confecções do Polo. A dita regra antecipou a cobrança do Imposto Sobre Mercadorias e Serviços (ICMS) para o momento da compra de matéria-prima, dinamizando o mercado e simplificando o pagamento.

O Expresso da Moda atende a um anseio, especialmente dos clientes que tinham grandes prejuízos quando da apreensão de suas cargas nos postos fiscais localizados geralmente nas divisas dos estados.

Para o destinatário que possui CNPJ e Inscrição Estadual, a documentação necessária para a emissão da nota fiscal avulsa é a numeração dos referidos cadastros, o endereço completo com CEP e seguir os procedimentos de informação dos itens a serem declarados.

Já para o destinatário que não possui CNPJ e compra com CPF, bastam o número do documento, o endereço completo com CEP e seguir os procedimentos de informação dos itens a serem declarados.

Atendentes do Expresso da Moda 

No atendimento, é gerada a guia (GNRE) com o imposto de 2%, que deve ser paga em bancos, lotéricas, caixas eletrônicos ou pelo internet banking. “Deve ser paga preferencialmente em bancos, pois a compensação do pagamento é mais rápida; leva de uma a duas horas, em média”, disse a coordenadora Marília Araújo.

Com o pagamento compensado, a nota fiscal avulsa é emitida. Para facilitar esse procedimento, assim como fomentar os pequenos negócios dentro do Moda Center, a administração está conseguindo a instalação de um banco, o Sicoob, dentro do parque, ainda este ano.

O Expresso da Moda está localizado Setor Branco, bloco interno, ao lado do banheiro feminino. O serviço funciona às segundas e terças – das 8h às 16h; quartas e quintas – das 8h às 15h; e às sextas-feiras – das 8h às 14h. Acompanhando a abertura do Moda Center aos domingos, o Expresso da Moda também funcionará nesse dia, no horário das 10h às 18h. Telefone: (81) 3759-1200.

Marília Araújo, coordenadora - Expresso da Moda
“Buscamos dar mais comodidade e segurança para que quando os clientes estiverem retornando para suas cidades possam ir tranquilos, sabendo que possuem as notas fiscais dos produtos comprados”, completou Marília.

Para a instalação, tanto do Expresso da Moda quanto do banco Sicoob, o destaque vai para a união das entidades em buscar soluções, junto aos órgãos competentes, para aumentar ainda mais a satisfação dos clientes. As entidades são: Moda Center Santa Cruz, CDL Santa Cruz, Associação Empresarial de Santa Cruz do Capibaribe (ASCAP) e Associação Santa-cruzense de Contabilistas (ASCONT).

A articulação para a aprovação da lei que criou o Expresso da Moda ficou a cargo do deputado Diogo Moraes (PSB).







Nenhum comentário:

Postar um comentário