terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

TAM Nas Nuvens destaca o transporte aéreo das confecções de Santa Cruz


A economia têxtil de Santa Cruz do Capibaribe é destaque na revista de bordo da maior companhia aérea do hemisfério sul. A edição 61 da TAM Nas Nuvens, presente em todos os voos da TAM no mês de janeiro, traça o caminho da confecção santa-cruzense até um de seus destinos finais.

De acordo com Sérgio Gonçalves, coordenador comercial a TAM Cargo Recife, a região é responsável por 25% do faturamento da unidade pernambucana. No último mês de novembro, ele esteve no Moda Center Santa Cruz, junto com o fotógrafo Hans Georg, conferindo in loco o potencial do município.

Ao todo 150 mil exemplares da TAM Nas Nuvens são distribuídos mensalmente nos voos nacionais e internacionais da companhia, que transporta todo mês 3,2 milhões de passageiros com perfil altamente qualificado, com disponibilidade de tempo e atenção para as matérias publicadas na revista.

Leia abaixo, na íntegra, o texto de Victor Gouvêa:

À moda do Agreste

No interior de Pernambuco, um polo têxtil emprega mais de 150 mil pessoas e distribui parte de sua grande produção com os serviços da TAM Cargo.

PRIMEIRO DIA

A cidade de Santa Cruz do Capibaribe (PE), a 190 quilômetros de Recife, fica no polo têxtil do agreste, que responde por 13% da produção nacional do gênero. Cerca de 100 toneladas de roupas são enviadas para todo o Brasil mensalmente com a ajuda da TAM Cargo.

9:00 – Neste horário, a RB Cargas – parceria na região – chega ao endereço do cliente. Os volumes são inspecionados e separados para envio ao centro de operações em Caruaru.

10:30 – Após uma viagem de 60 quilômetros até Caruaru, os produtos são desmembrados de acordo com os clientes e os destinos. Os lotes são, então, alocados no caminhão da RB Cargas, seguindo viagem para o terminal de cargas do Aeroporto Internacional Gilberto Freyre, em Recife.

18:45 – Os funcionários da TAM Cargo do aeroporto recebem os volumes, emitem os documentos e etiquetam os fardos para identificação do destino. As caixas são embarcadas no voo JJ 3892, que parte pontualmente rumo ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, na capital amazonense.

SEGUNDO DIA

0:45 – Horário do pouso da aeronave em Manaus. Os volumes dão desembarcados e seguem para o posto da Sefaz, localizado dentro do terminal de cargas da TAM Cargo, onde são conferidos, junto com a documentação, e só então são liberados. Na primeira hora do dia seguinte, o cliente comparece no terminal e recebe suas encomendas – que logo estarão nas araras das lojas manauaras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário