sábado, 7 de outubro de 2017

Palestras sobre a importância do design, da inovação e da tecnologia para a área de confecções marcam o penúltimo dia do EMP 2017



O penúltimo dia do Estilo Moda Pernambuco (EMP) foi dedicado à tecnologia, ao design e à inovação, fazendo jus ao tema desta segunda edição do evento: Moda e Inovação. Quem compareceu ao Centro de Eventos do Moda Center Santa Cruz na noite desta sexta-feira (6/10) pode absorver um riquíssimo conteúdo de três palestras que relacionaram diretamente esses temas com o desenvolvimento e o crescimento dos empreendimentos do Polo de Confecções de Pernambuco.

“Você, o mundo digital e seu negócio” foi apresentada por Flávio Gonzales e Rodrigo Serto, diretores da Getnet. Eles mostraram um panorama de como a tecnologia vem evoluindo rapidamente e sendo aplicada à comercialização de produtos em geral e de moda. “A forma de consumo e de venda está mudando muito rápido, redefinindo a experiência do consumo e ao alcance de todos nós”, comentou Gonzales.





Dois exemplos de inovação aplicada às vendas foram apresentados como perspectiva de futuro: o Amazon Echo (segunda geração), um dispositivo que responde pelo nome de Alexa e é capaz de interação por voz, fazer lista de tarefas como compras, fornecer informações, chamar um Uber e, até mesmo, controlar dispositivos por comando de voz (internet das coisas). O outro foi o iPhone X, que traz uma promissora tecnologia de reconhecimento facial que poderá, por exemplo, ser usada na autenticação de vendas por cartão, substituindo e dando ainda mais segurança que as senhas digitadas pelo cliente atualmente. Por fim, eles apresentaram as soluções da Getnet que podem ajudar os gestores dos negócios a administrarem melhor a movimentação do caixa dando, inclusive, insights para desenvolvimento de estratégias de venda das empresas.

Em seguida foi a vez do designer Emílio Augusto, professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), falar sobre” Imagem vende! A importância do design na construção das marcas”. Ele é responsável pelo desenvolvimento de mais de 100 marcas na região, entre elas a atual identidade visual do Moda Center Santa Cruz, da Rota do Mar, da Rio Ondas, da Sport Company, Pepéu Moda Feminina, Glamiss Moda Infantil, entre outras, que declararam abertamente o quanto o desenvolvimento adequado da marca agregou valor e contribuiu para o crescimento do negócio.





“A identidade da empresa não se cria: ela se revela por meio da marca. A mágica do processo é ter estratégia para que isso se revele de forma verdadeira e eficiente”, comentou. Ele mencionou que é preciso que haja a consciência de que as marcas atualmente atribuem personalidade, valor e constroem relacionamento com seus públicos. E, por isso, é importante que haja unicidade na sua percepção pelos empresários, colaboradores e clientes. O professor da UFC também ressaltou a importância do design como elemento de comunicação do produto com seu público, lembrando da necessidade de valorizar o desenvolvimento do conceito da marca para o sucesso e retorno que se espera obter. “O conceito deve ser compatível com a identidade da empresa/produto e ser relevante; deve ser simples, facilmente entendido e assimilado pelos clientes, além de original para se diferenciar dos concorrentes. É importante que seja flexível para que possa ser aplicado em vários formatos”, concluiu.

A última explanação da noite foi sobre o “Armazém da Criatividade: empreendedorismo e inovação”. Adalberto Rodrigues, gerente do Operações desse complexo tecnológico, apresentou a estrutura especial e integrada de suporte ao desenvolvimento de novos negócios de alto valor agregado e crescimento de empresas que já estão no mercado. Por estar situado em Caruaru, o foco de suas atividades é fomentar a vocação da região oferecendo capacitação e serviços de experimentação. Para isso, conta com laboratórios com equipamentos de última geração e alta performance distribuídos em núcleos, como criação, prototipação e editorial de moda.





Entre os equipamentos disponíveis, estão impressora 3D, mesas digitalizadoras, impressão de rígidos, prototipagem gráfica, entre outros, que podem ser usados pelos empreendedores de moda da região em todas as etapas da cadeia produtiva e de sua divulgação, desde a criação até o desenvolvimento de uma coleção de roupas e acessórios. A infraestrutura oferecida pode ser utilizada, ainda, na produção de trilhas sonoras, registro fotográfico e criação de catálogos, e na concepção e finalização de fashionfilms. O armazém também oferece espaço para eventos, como oficinas e desfiles, e coworking (espaço compartilhado de trabalho). “O Armazém da Criatividade faz parte da política de interiorização do Porto Digital, uma instituição sem fins lucrativos com sede no Recife criada em 2000 para o desenvolver os setores de tecnologia e de inovação de Pernambuco. O espaço está disponível para o público com valores subsidiados”, explicou Rodrigues. Outras informações podem ser conferidas no site www.armazemdacriatividade.org.

ENCERRAMENTO – Depois de cinco dias de uma programação intensa com desfiles, palestras e debates, a programação do EMP 2017 chega ao fim neste sábado com shows com a banda Multifaces, Ágda Moura e Lucy Alves. O evento começa a partir das 19h e a entrada é franca. A atividade cultural também celebra os 11 anos de fundação do Moda Center Santa Cruz, que também serão comemorados na próxima segunda-feira (9/10), com o corte de um bolo de 11 metros. A celebração acontece no corredor central, entre os setores azul e laranja, às 16h.



Nenhum comentário:

Postar um comentário