sexta-feira, 27 de maio de 2016

São João aquece vendas em centro de compras de Santa Cruz do Capibaribe


Comércio deve crescer em 8% com relação ao mesmo período de 2015

Comerciantes de um centro de compras de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano, acreditam que as vendas durante o São João irão aumentar 8% em relação ao mesmo período do ano passado. Para eles, o mês de junho é o segundo melhor período para lucrar - só perde para o fim de ano. A crise econômica, por exemplo, é percebida como um fator positivo.

Para o gerente geral George Henrique Pinto, o comércio já está aquecido mesmo antes do início das festas juninas - polarizadas pelo "Maior e Melhor São João do Mundo", em Caruaru. "A crise acaba influenciando neste crescimento. As pessoas que estão desempregadas vêm comprar roupas a preço de atacado para revender. Essa é uma forma deles continuarem a ter renda. E isso acaba ajudando aqui no polo de confecção", explicou.

O vendedor Valmir Correia disse que elevou a produção das peças de roupa visando o aumento do lucro. "Agora em junho estamos esperando um aquecimento bom mesmo e se Deus quiser vamos ter boas vendas aqui", ressaltou.

Durante os fins de semana, a vendedora Margarida Maria da Silva lucra mais do que de segunda a sexta-feira. "Se eu lucrar R$ 500 reais durante a semana, na feira [dos fins de semana] eu chego a lucrar até R$ 1 mil. É o dobro", contou.

A loja na qual a vendedora Claudicéia Valério Amaral trabalha sempre coloca mais vendedores durante os fins de semana para dar conta da demanda. "No domingo, a partir das 6h já começa o funcionamento e a loja fica lotada, assim que a gente abre. Geralmente ficam oito pessoas [vendendo] e a gente não dá conta [dos consumidores]", revelou.



Nenhum comentário:

Postar um comentário